FWPS: Rebatendo as críticas de Deborah Bresser do IG Moda

Por Renata Poskus Vaz


Se tem alguém que conseguiu deixar algumas gordinhas nervosas neste fim de semana foi a colunista Deborah Bresser, do Portal IG. Em uma matéria sobre o Fashion Weekend Plus Size ela desceu a lenha em alguns dos modelos apresentados na passarela. Segundo algumas leitoras que se pronunciaram em meu Facebook, os comentários da jornalista foram preconceituosos, deselegantes e malcriados.


Em primeiro lugar vou dizer que como organizadora do Fashion Weekend Plus Size fiquei super honrada com a presença da Deborah, que é uma das mais renomadas críticas de moda do País. A mulher estuda e escreva sobre moda desde que eu tinha uns 6 anos de idade (tempo pra caramba!). Ela entende pacas e é respeitada por isso. Também como organizadora acredito que as críticas podem contribuir para que meus clientes, as grifes, aprimorem cada vez mais as suas coleções e elevem o próprio evento.


Já como blogueira de moda plus size, representante de toda uma classe de mulherões, também fiquei magoada com algumas legendas das fotos. Todavia, sei muito bem que nós lutamos para ter os mesmos direitos que as magras e esperar que passem a mão em nossa cabeça em uma crítica de moda é utopia além da conta. Enfim, não somos mais café com leite.


Hoje, fui rever as críticas para fazer esse artigo, mas notei que algumas legendas foram alteradas. Algumas ficaram mais diretas, sem brincadeiras que muitas de minhas leitoras consideraram jocosas. Até a foto de Mayara Russi caída na passarela (ela tropeçou em um desnível que eu, bestamente, não consegui detectar antes do evento começar) ela retirou. Que bom!


De acordo com o que foi levantado pela jornalista, gostaria de dar a minha opinião:


Modelos #chatiadas



A modelo citada no artigo do IG como “#chatiada” não faz parte do casting oficial do FWPS, embora ela seja linda! Foi uma modelo contratada pela própria La Mafê, que em todos os desfiles usam cerca de 5 a 6 modelos exclusivas da marca. Oriento as nossas modelos a sorrirem sempre na passarela, pois essa postura passa um ar descontraído para o desfile. Porém, se o estilista quiser, elas devem se adaptar ao semblante desejado por ele nas modelos. Na segunda edição do FWPS a marca Flight Level solicitou que as modelos fizessem caras e bocas (leia-se biquinhos) na passarela, imitando pinups. Ou seja, cada um quer uma postura diferente na passarela.


La Mafê solicita que as modelos entrem sérias. Nunca perguntei o porquê, mas deve ser para chamar atenção para as roupas e não para a cara fofinha e simpática das modelos. É um direito do estilista definir se quer modelos sorrindo ou sérias, andando rápido ou calmamente. Isso acontece no São Paulo Fashion Week, na Casa de Criadores e em todos os desfiles de magras do País. Modelos magras entram com cara de ausência (sim, acabei de inventar este termo) e todo mundo acha lindo. Porém, de nossas modelos gordinhas, esperam sempre o mesmo sorriso escancarado, que ajuda a compor aquele estereótipo de que toda gordinha é simpática e boazinha. Não! Existem gordas poderosas, sérias, contidas etc também.


Mayara Russi no chão



Mayara Russi, no final do desfile da Enfase Plus by HLM, tropeçou em um desnível da passarela (ok, já sei, eu relaxei!) e caiu. Poxa, ela é uma profissional nota 10 e salientar esse tombo e desprezar a contribuição que essa Top Plus Size tem na moda é no mínimo muita ignorância. Por sorte (e merecimento) a foto dela caída foi retirada. Mayara é diva e deve ser respeitada! E o IG Moda não é programa do Nelson Rubens, não precisa disso.


Pelo direito de ser periguete



Na matéria, Deborah cita a Milanina como criadora do periguetismo plus size. Eu ri muito! Mas eu acho que a proposta da grife é essa mesma. Nós já sabemos onde comprar roupas longas, largas e comportadas. E quem gosta de saias curtas, roupas justas e outros atrativos fashion para balada? Milanina veio suprir essa carência. Quem nunca quis uma minisaia ou uma roupa mais transada, mas não achou para comprar? Talvez seja inadequado esse tipo de roupa para um mulherão de 50 anos, mas uma menina de 20 pode ousar sem problema algum. Dizer que nenhuma gordinha pode usar roupa curta ou justa é bobagem! Conheço um monte de mulherões que tem pernas bonitas e nada sobrando. Acredito que temos os mesmos direitos das outras mulheres, inclusive o de ser periguete!rsrsr


Blusa com recortes



Essa blusa da Loony Jeans também foi alvo de críticas como sendo uma blusa que só serve para deixar a gordurinha saltando para fora. Eu concordo que para se usar uma blusa com recortes, a blusa não pode ficar justa, muito menos apertada. Mas uma mais larguinha ou gordinhas de braços mais durinhos podem usar sem problema.


Veja outras críticas e diga se concorda ou não com elas. Clique aqui para ler.


View the original article here

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s